domingo, 25 de maio de 2008

Release 24 de maio.


Segurar o sol.
Não é fácil... é quente e pesado. Mas é excitante e gostoso, a luz forte nos envolve, e brincamos com aquela bola de fogo.
Até que cansamos.
E o sol caí, se põe, e fica em pedaços pelo chão.
Cacos de vidros brilhantes.
Chega a noite.


24 de maio. É como se eu tivesse ido 'do céu ao inferno' em frações de segundos. Após derrubar o sol no chão, tive que apoiar a lua, e dessa vez sem mãos que me ajudasse.
Entre tanto fala-fala, encontro e reencontro das almas expressa por músicas e ditados.
Era a saudade morta em abraços e feridas.
Era o fim, a despedida, o adeus.

Brincamos com o o sol, porque não brincávamos com o amor.
Na volta, me falaram sobre a metáfora, inventada na hora, do livro.
- 'Já era hora de dar um ponto parágrafo ou fecha-ló?'
- 'Você pode fechar o livro, e escrever outro com o mesmo título'
Mas era o medo de fechar o livro e manchar tudo com a tinta ainda fresca.
Era a saudade.
Era uma criança tentando escrever.
E escrevi, sem medo de errar.

11 comentários:

amanda disse...

do céu ao inferno...
a melhor parte é o paraíso de depois!
e aí você vai poder juntar Sol e Lua e equilibrar os dois na palma da sua mão...

quanto ao livro: é só escrever de lápis; e no que errar, usar a borracha.

(dia p e r f e i t o!)

Rα i sα ~ disse...

E é o inferno que dá valor ao paraíso,
ou o contrário.
E, entre tantas canções,
vocês me permitem a 23ª ?

'É pra chegar sabendo que temos o Sol nas mãos'

Rα i sα ~ disse...

ui, errei a letra.

Chaos disse...

essa do livro eu sei quem foi
depois a gente vê os direitos autorais xD

eu aconselho a deixar um marcador na página!

Beija-Flor disse...

queria ser um personagem desse livro, ou pelo menos ler.

Victor Moraes, disse...

se eu fosse postar esse dia seria um Ctrl+C Ctrl+V.
'...tudo que começa com muito
pode acabar muito pior
♪♪

amanda disse...

esse livro tá dando o que falar, hein...

pois, reformulando:
aconselho que leia em voz alta.
e também aconselho que assuma a história que está nele, lembrando que se deve contar a real história pra todos, nunca uma versão diferente pra cada um...
acho que esse livro tá fechado há muito tempo, mas o autor deseja continuar a história...

Juka Lordello disse...

Olha essa lavagem de roupa no meu interstício, vúh! hahahaha

amanda disse...

juka, eu vou rir pausadamente pra você:

ha-ha-ha ¬¬'

Juka Lordello disse...

hahaha, ah tá brigado.

Rα i sα ~ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.